Ação em Varginha sensibiliza a população sobre testes em animais

No último sábado, um grupo de ativistas pelos direito dos animais participaram em Varginha de uma ação pelo Dia Mundial de Luta Contra Testes em Animais. O evento integra uma ação mundial da Direct Action Everywhere (DxE), uma rede de ativistas independentes que lutam pela libertação animal.

Vestindo máscaras de coelho (o animal que simboliza a luta contra testes em animais em laboratórios) as ativistas conscientizaram o público que circulava pela Praça do ET e Calçadão, mostrando cartazes, vídeos e explicando sobre o que acontece aos animais submetidos a testes cruéis. Com um megafone, as ativistas explicavam alguns dos testes mais comuns realizados para desenvolvimento de cosméticos, maquiagem e produtos de limpeza: o teste Draize de irritação ocular e o teste Draize de irritação dermal, realizados principalmente em coelhos e cães beagles.

Além de abrir os olhos da população para uma realidade que a indústria tenta esconder dos consumidores, as ativistas pediam para que as pessoas pesquisem sobre as marcas que elas compram e que buscassem consumir de empresas éticas e responsáveis para com os animais. Hoje em dia há grande diversidade de alternativas no mercado.

“Há dois perfis de empresas: as que testam em animais e as que não testam. As pessoas precisam saber que é uma decisão pessoal, a escolha consciente na hora de consumir. É uma dura realidade, mas a verdade precisa ser dita. Queremos que as pessoas, quando forem comprar uma maquiagem, um sabão em pó ou uma pasta de dentes, saiba se aquela marca testa ou não em animais. A informação é impotante porque podemos pressionar as empresas a mudar suas atitudes” comenta Flávia Marquesini, uma das ativistas durante a ação.

Além de cruéis os teste em animais são desnecessários e não são seguros para os humanos. O organismo do animal é muito diferente do humano e reage de formas diferentes. Ocorre muitas vezes de um produto que foi testado no animal chegar ao mercado e provocar reações adversas em humanos.

Para pesquisar quais empresas testam e quais não testam em animais, acesse: https://www.vista-se.com.br/testes

O festival Virada Varginha apoia essa causa e incentiva toda forma de mobilizações por causa coletivas.