Rede de Notícias do Sindijori MG

COLUNA MG

 

www.sindijorimg.com.br

 

Empresas investem R$ 11 mi em Uberaba

            O prefeito Paulo Piau, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, José Renato Gomes, e a secretária-adjunta Anne Roy Nóbrega receberam representantes de 10 empresas de Uberaba para assinatura do protocolo de intenções para novos investimentos em áreas do Minidistrito Valim de Melo e distritos industriais 1, 2 e 3. Somadas, as empresas deverão gerar cerca de 437 novos empregos diretos e mais de mil indiretos para Uberaba. Os investimentos globais estimados passam de R$11 milhões e a viabilização dos empreendimentos deve possibilitar a dinamização e modernização do parque produtivo da cidade, bem como o fortalecimento da economia municipal e regional. (Jornal da Manhã – Uberaba)

 

Vereador questiona isenção de impostos

O vereador Zacarias Piva solicitou ao Executivo informações sobre a cobrança de impostos sobre serviços de qualquer natureza (ISSQN) dos cinemas instalados em Varginha. O pedido foi apresentado por meio de um requerimento, que foi aprovado por todos os vereadores presentes na sessão. De acordo com o vereador, a isenção consta na Lei municipal que prevê a isenção desse imposto para estabelecimentos que trabalhem com exibições cinematográficas. No requerimento, Zacarias questiona se a Administração pretende manter a isenção do ISSQN para esses estabelecimentos e o quanto essa isenção representa de perda de arrecadação aos cofres públicos. (Correio do Sul – Varginha)

 

Casu-Hospital investe em equipamento

Uma iniciativa da Fundação Educacional de Caratinga (Funec) trouxe importante avanço aos serviços cirúrgicos prestados pelo Casu-Hospital Irmã Denise, da qual é mantenedora. A instituição investiu na aquisição de equipamento de última geração que, desde a última semana, está possibilitando a realização de cirurgias minimamente invasivas com uso de imagens de vídeo. Até então, no bloco cirúrgico do Casu-Hospital já era possível realizar diversas modalidades de cirurgias de pequena, média e alta complexidade, porém, a qualidade dos serviços foi ampliada a partir da aquisição do novo aparelho de imagem. (A Semana Agora – Caratinga)

 

Festival de Poços abrrto com bom público

Foi realizada no último final de semana a abertura oficial da 24º edição do Festival de Inverno de Poços de Caldas. Segundo a Prefeitura, mais de quatro mil pessoas passaram pela Praça Pedro Sanches e puderam se emocionar e dançar ao som de Ed Motta, embalado por seus grandes sucessos. Neste ano o Julho Fest traz como tema “A Cultura Acontece na Cidade”. Nesta edição, serão 17 dias de programação, com a participação de 292 artistas locais, desenvolvendo 90 propostas. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

Sete Lagoas tem 500 unidades do Minha Casa

Um dos projetos  habitacionais mais importantes da história de Sete Lagoas está sendo colocado em prática pela  Prefeitura no bairro Cidade de Deus. As moradias  do programa Minha Casa  Minha Vida começam a  ganhar corpo e já no próximo ano serão motivo  de alegria para milhares  de sete-lagoanos. A Prefeitura trabalhou em diferentes frentes para conquistar este  investimento do Governo  Federal. Uma das etapas  foi a perfeita articulação  política que garantiu junto ao Ministério da Cidades tal investimentos. A eficácia do governo do município garantiu o licenciamento de  234,34 hectares e para  a construção das 500  casas. (Boca do Povo – Sete Lagoas)

 

Artesãos recebem Carteira Nacional

Mais de sessenta Carteiras Nacionais foram entregues pela Prefeita aos artesãos de Manhuaçu e região, durante a Jornada Cultural Literatos, organizada pela ACLA-MG, no Palácio de Cultura Ilza Campos Sad, na noite de sábado, 7. O evento foi abrilhantado ainda com o lançamento do livro 5.0 Identidades Poéticas, exposições de artesanato, apresentação musical e sarau literário. (Jornal das Montanhas – Manhuaçu)

 

Procon constata irregularidades em Mariana

Após a greve nacional dos caminhoneiros, que comprometeu o abastecimento em distribuidoras de gás de cozinha, o valor cobrado aos consumidores tem crescido cada vez mais. Com o recebimento de diversas denúncias, o Procon Mariana realizou uma série de fiscalizações nos depósitos da cidade para evitar que o consumidor seja prejudicado. As denúncias foram comprovadas e foram constatadas irregularidades, principalmente na prática abusiva, cobrando valores fora do mercado. Desse modo, o Procon assumiu seu papel de órgão de fiscalização e orientou os comerciantes, firmando um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). (Jornal Ponto Final – Mariana)