Rede de Notícias do Sindijori MG

COLUNA MG

www.sindijorimg.com.br

 

 

Unec tem Simpósio de Direitos Humanos

Nos últimos dias 01 e 02, o auditório da Unidade I do Centro Universitário de Caratinga (Unec) recebeu o Simpósio de Direitos Humanos. O evento reuniu palestrantes das áreas de direito e ciências sociais para discutir questões de ética e cidadania. Participaram do simpósio aproximadamente 230 acadêmicos e profissionais de diferentes áreas, como ciências humanas, exatas e da saúde. De acordo com o coordenador do Núcleo de Extensão do Unec, professor José Aylton de Mattos, a diversidade do público enriquece o a busca pelo conhecimento. O professor defende ainda que o evento é uma forma de reforçar o compromisso da Fundação Educacional de Caratinga (Funec), mantenedora do Unec, com a formação de profissionais humanizados. (Diário de Caratinga)

 

Arcos sofre efeitos da queda na arrecadação

Arcos perdeu mais de R$1,2 milhão em arrecadação líquida nesse primeiro semestre de 2017, em comparação ao primeiro semestre de 2016, principalmente no que se refere à receita própria, que é o caso do Imposto Sobre Serviço (ISS). Segundo o secretário municipal de Fazenda, Ivan Fontes, a queda já está prejudicando o Município em relação a obras que o prefeito pretendia priorizar neste ano e que não poderão ser realizadas.  Além de citar a queda na arrecadação própria como um dos fatores que estaria prejudicando o investimento em obras, Ivan Fontes também diz que o Município gasta muito no setor de Saúde. Falava-se em 29% do orçamento do Município, mas, segundo o Secretário, já deve estar passando dos 30%, porque o Estado não está cumprindo com a responsabilidade dele em relação à compra de medicamentos de alto custo, e o Município estaria assumindo. (Correio Centro Oeste – Arcos)

 

Cafés do Sul de Minas derrubam fronteiras

Um lote de 30 mil sacas de 60 quilos de cafés especiais está sendo preparado para embarque neste mês em Guaxupé, no Sul de Minas Gerais, com destino ao Japão e ao Reino Unido, entre outros mercados conquistados pelos grãos de alta qualidade produzidos na região. A venda é resultado de uma nova cultura implantada nas lavouras, que envolve desde o conhecimento técnico ao investimento no aperfeiçoamento dos tratos da terra e do beneficiamento do fruto do tipo arábica. Segundo Osvaldo Bachiao, representante do conselho administrativo da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé),  o desafio é embarcar 120 mil sacas em 2017, todas elas com classificação acima dos 82 pontos preconizados pela metodologia da Associação Americana de Cafés Especiais. (Gazeta de Varginha)

 

Aeroporto poderá receber Samu Aéreo

Para tentar viabilizar helicóptero para o Samu Regional Triângulo Sul, comando do Corpo de Bombeiros realizou visita técnica ontem ao aeroporto de Uberaba e avaliou se existem condições operacionais e estruturais para o terminal receber o serviço aeromédico. A corporação firmou um convênio com a Secretaria de Estado da Saúde para a aquisição de duas aeronaves destinadas ao atendimento pré-hospitalar. Um dos helicópteros estaria alocado para o Samu Regional de Governador Valadares e o outro teria sido anunciado inicialmente para Uberlândia, mas, como o Samu não chegou a ser colocado em funcionamento na cidade vizinha, articulações estão em andamento para trazer a aeronave para a base de Uberaba. Montes Claros também está na disputa. Ainda não foi definido prazo para a chegada dos helicópteros e decisão sobre as cidades contempladas. (Jornal da Manhã – Uberaba)

 

Doação de sangue agendada por celular

Em Minas Gerais já é possível agendar doação de sangue pelo smartphone. O serviço foi criado pelo governo do estado com o objetivo de agilizar o processo de doação e não deixar faltar sangue nos bancos de distribuição em todo o estado. O aplicativo veio para facilitar a doação, porque muitas vezes o telefone está ocupado e as pessoas desistem de tentar novamente. O Hemominas está capacitado para receber até 400 doações de sangue por dia e os interessados em doar precisam ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, gozar de boa saúde e não terem histórico de determinadas doenças contagiosas. Para agendar a dação, interessado precisa acessar o aplicativo MG App e seguir as instruções que aparecem na tela do aparelho. (Folha da Mata – Viçosa)

 

Moradores cobram zelo com praças

Canteiros mal cuidados, rastro de vandalismo e falta de iluminação adequada estão entre as principais reclamações de quem passa pelo local ou tenta usufruir de algumas praças localizadas no Centro de Montes Claros. O cenário nada convidativo para momentos de descontração e lazer afasta crianças e adultos. Outro ponto que tem causado incômodo é a presença da população em situação de rua. A estudante Patrícia Ribeiro mora próximo à praça Raul Soares, mais conhecida como Praça Estação, diz que o local é inseguro no período noturno, já que sempre há a presença de vândalos e alguns fazem o uso de drogas. (O Norte de Minas – Montes Claros)

 

Rede auxilia PM na redução da criminalidade

Uma solução encontra pela Polícia Militar, em Cambuí, vem produzindo resultados muito satisfatórios no combate à criminalidade no município. Desde o início deste ano, boa parte dos comerciantes estão ligados, através de um aplicativo de mensagens, diretamente com o Batalhão da Polícia Militar. Por lá, eles avisam, em tempo real, quando algum problema está acontecendo ou se há algum suspeito rondando seus estabelecimentos. Segundo o capitão Fá- bio Assis, comandante da 149ª Cia PM, desde a criação do grupo, o índice de criminalidade caiu em 10% na cidade. (Gazeta do Vale)